Sou um artista visual brasiliense, atualmente radicado em Goiânia. Fortemente marcado pelo caráter autobiográfico e autotopográfico, meu trabalho se estabelece no âmbito da arte contemporânea, embrenhando-se em um empreendimento de investigação de temáticas como Política, Memória, Linguagem e Violência. 

 

Minhas  obras  são  compostas  a  partir  da  análise e apropriação de arquivos fotográficos, coleções, documentos e objetos. Em alguns momentos, envolvem as linguagens da videoarte, fotografia, performance, arte sonora, sendo propostos em uma configuração de instalação.

 

Em minha produção recente, interesso-me em provocar certas instâncias tidas como consolidadas, ou ainda, naturalizadas, a fim de compreender a construção do presente enquanto possibilidade. Proponho assim, o levantamento de disrupções que permitam comentar a aparente superficialidade do atual debate político polarizado, buscando perfilar caminhos possíveis além do enfrentamento das narrativas hegemônicas.

 

Matheus Pires (Felipe Matheus Pires da Conceição),  27 anos, é um artista visual brasiliense que atualmente vive em Goiânia. É Bacharel em Artes Visuais(FAV/UFG). É pesquisador do NuPAA (Núcleo de Práticas Artísticas Autobiográficas-FAV/UFG). Integra o LABFOTOFILO (Laboratório de Filosofia da Fotografia- FAFIL/UFG), coordenado pelo Prof. Dr. Guilherme Ghisoni da Silva. Em 2019, participou de residência artística no Berlin Art Institute, em Berlim. 

     I'm a visual artist from Brasília, currently based in Goiânia. Strongly marked by the autobiographical character, I investigate themes such as Politics, Memory, Language and Violence.

   My works are composed from the analysis and appropriation of photographic files, collections, documents and objects. In some moments, they involve the languages ​​of video art, photography, performance, sound art, being proposed in an installation configuration.

      In my recent production, I am interested in provoking certain instances that are considered consolidated, or even naturalized, in order to understand the construction of the present as a possibility. Therefore, I propose disruptions that allow commenting on the apparent superficiality of the current polarized political debate, looking for possible paths beyond the confrontation of hegemonic narratives.

 

Matheus Pires (Felipe Matheus Pires da Conceição), 27 years old, is a visual artist from Brasília who currently lives in Goiânia. He holds a degree in Visual Arts (FAV / UFG). Integrates LABFOTOFILO (Laboratory of photography philosophy)-Fafil/UFG, coordinated by Prof. Dr. Guilherme Ghisoni da Silva. In 2019, he participated in an artistic residency at the Berlin Art Institute in Berlin.